sábado, 11 de maio de 2013

Diário da Cat: 19 meses e agora sem peitinho...

Esse mês também tem relato de doença, mas como essa foi mais genérica, a famosa VIROSE não darei muitos detalhes. Resumindo, foram 3 dias de vômitos com direito a Vonau, 2 dias de diarréia com direito a Floratil e 3 dias de febre com os clássicos Alivium e Tylenol e muuuito catarro. Já tinha administrado esse remedinho antes mas tinha esquecido dele. A dica da vez é o Kaloba, um medicamento fitoterápico, mas que nao deixa de ser remédio, que ajuda bastante a expectoração de catarro e melhora as infecções respiratórias. Volto a dizer aqui, que a intenção da divulgação dos nomes dos remédios não é para auto-medicação, pelo amor hein....usufrua da informação e consulte seu pediatra sobre a opinião dele a respeito destas indicações!!!

Mas o grande momento deste mês é que deixei de ser a grande fornecedora de leite da Cat....ahhhh que peninha!!! Eu sempre tive medo de como seria esse processo. De como iria dizer para a Catarina que a partir de tal dia acabou o mamá da mamãe. Mas o grande lance é deixar a coisa fluir....kkk. Claro que nada é tão fácil, mas criei tantas expectativas e temores antecipados que acabou sendo bem mais fácil do que eu esperava e até surpreendente eu diria.

Sempre fui a favor de amamentação prolongada, como muitas sabem e tem lido aqui nos meus posts esse é um assunto recorrente e o qual tenho uma opinião bem acertiva do tipo: sem essa de que não tem leite suficiente, sem essa que amamentar dói, sem essa que meu leite é fraco (a mais ignorantes de todas). Amamentar é amor, respeito e principalmente VONTADE!!!!

E a minha vontade era realmente amamentar até 2 anos, mas um belo dia mesmo eu estando presente com os peitos a disposição, bastou a avó oferecer que a Catarina mamou mamadeira!!! Pra mim, foi um sinal de que ela estava preparada para o desmame. Neste mesmo dia, ou melhor, na noite deste dia tentei oferecer a mamadeira, e....foi o maior chororô, mas não foram lagriminhas, foram berros, esperneios, soluços e muita reluta em mamar na mamadeira. Cedi, afinal nao era da tarde para a noite que iria conseguir fazer o desmame. Coloquei na minha cabeça que o truque era conversar com ela e fazer entender que mamá agora era mamadeira. E fiz exatamente assim em todas as vezes que ela pediu mamá. Nas duas primeiras vezes, ela reclamou, mas nao chegou a espernear como na noite passada, apenas negou, largou mas bastou oferecer de novo e repetir o mantra: -"mamá na mamadeira" que ela bebeu o leite todinho!!! A expectativa era a noite, afinal ela nunquinha havia mamado fora do peito para dormir. Foi tranquilo, mas o jeito de fazê-la dormir mudou para o velho ninar de bebê. No dia seguinte, percebi realmente que ela já tinha assimilado o mantra, porque ao mexer na sua maleta de saída viu a mamadeira dentro, virou pra mim e simplesmente disse: -"mamãe, mamá!!!"kkk.

Passado dois dias sem amamentar os peitos estavam daquele jeito, bem cheios e doloridos. Estava na duvida em tirar, pois essa ordenha estimularia mais a produção. Na duvida, liguei para meu GO, que passados 1 ano e 7 meses, perguntou se estava ligando por causa de um novo filho...nãoooooooo, claro que não!!!! Olha aí meninas, o que deve ser feito...

Depois da ultima mamada, esvazie os seios e enfaixe com faixa ou use um top bem apertado, isso comprime e diminui o volume disponível para enche-los de leite novamente. Como o bebê não mama mais, naturalmente a produção diminui. Além disso pode fazer uso de medicamento para ajudar, eu quis tentar fazer esse processo sem remédio, e tem dado certo...os peitinhos agora estão muchinhos e sem sua companheira diária. Nos primeiros dias tive até ciúme da mamadeira, confesso!!! Posso dizer que acabou os peitinhos, mas não o carinho....pelo menos tenho a sensação de dever cumprido, e com louvor diga-se de passagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário