quinta-feira, 2 de maio de 2013

Crocs

Podem achar feio, mas eu gosto dos meus Crocs e aqui em casa todo mundo tem o seu, mas confesso que fiquei muito preocupada com estas histórias que eu li pelas redes sociais a respeito do seu uso em escadas rolantes.

Vou colocar aqui, na integra, alguns casos...


RISCO IMINENTE PARA AS CRIANÇAS
Crocs em: A Bela e a Fera



Confortável, fashionista e ainda oferece praticidade e até conveniência para crianças ativas e pais atarefados. Este é o Crocs, a Bela podal. Mas existem momentos em que a Bela, ou melhor, Crocs, está mais para Fera. Isto porque, criamos o hábito de usá-lo em escolas, parques, shoppings, e é aí que se encontra o terror. Na quinta-feira, dia 25 de abril de 2013, fui ao Shopping Metrópole em São Bernardo do Campo, exatamente na Loja Renner, com a minha de quatro anos. Ela usava Crocs tipo sandália e eu, Crocs sapatilha. Ao irmos embora, nos direcionamos a escada rolante. Eu estava no mesmo degrau que a minha filha, dadas as mãos, bem atenta para ficarmos no centro do degrau, justamente para não correr o risco de o pezinho dela encostar na lateral da escada. Entretanto, ao final da escada, porém antes que se tornasse uma esteira, senti minha sapatilha agarrar, foi muito rápido, questão de segundos, saí da escada e no mesmo instante que iria tirar minha filha da escada (pois segurava a sua mão), ouvi gritos de terror. O Crocs dela foi literalmente engolido pela engrenagem. O desespero foi tamanho... Puxei-a pelo corpo, mas fiz um esforço muito grande para conseguir tirá-la, de tal maneira que a minha sensação, quando a tive nos braços, era de que o pezinho dela havia sido amputado. Muito agônica com a situação, prontamente fui conduzida ao ambulatório do shopping onde observei muito sangue e escoriações no pé direito da minha pequena. Graças a Deus, todos os dedinhos estavam inteiros. Minha filha gemia de tanta dor. Seguimos imediatamente para um hospital próximo e fraturas foram diagnosticadas, além de ferimentos em quatro dedos e na sola do pé. Para minha surpresa, o ortopedista logo perguntou se ela estava de Crocs. Certamente eu estava desinformada sobre o tema. Recobrei meu fôlego, afaguei minha princesa com muito carinho, e agora relato este acidente, pois, assim como eu, muitos pais não têm conhecimento que há alto risco no uso de Crocs em escada rolante, ou seja, é a Bela que vira Fera. Como mãe, não posso ser omissa a este acidente e deixo meu alerta: Crocs por ter uma base altamente aderente e totalmente flexível, faz com que as crianças se tornem ainda mais vulneráveis, principalmente em esteiras e escadas rolantes. Não ocorrendo os acidentes, necessariamente, nas laterais das escadas rolantes, onde em grande parte já existe uma proteção. Fiz pesquisas na internet, e pude perceber que são inúmeros os casos com acidentes com o uso de Crocs em escadas rolantes não somente no Brasil, mas como Estados Unidos, Japão, Singapura, inclusive com relatos de amputação. Há também shoppings que disponibilizam sinalizações com cuidados. Há até o desenho que simula uma sandália Crocs, porém, até então, eu não sabia do risco imediato, afinal esta sinalização é subjetiva, mesmo porque, no caso da minha filha, ela estava no meio do degrau, e a engrenagem grudou no calçado mesmo antes de se tornar plana.

Na embalagem da sandália, a Crocs há um aviso com os seguintes dizeres:

“AVISO
Para evitar ferimentos pessoais graves na utilização de escadas ou esteiras rolantes:
- Permaneça no centro do degrau, olhando para frente
- Não encoste em qualquer superfície próxima ao movimento da esteira/escada rolante ou dos degraus
- Pise com cuidado ao entrar ou sair da esteira/escada rolante
- Segure as crianças pelas mãos e supervisione-as durante todo o tempo”

Ou seja, segui todas as recomendações e ainda houve um zelo natural de mãe, e mesmo assim o pior ocorreu. Há tantos pezinhos indefesos que precisam de proteção. Para que acidentes não se tornem tragédia, Crocs é ótimo, mas somente como pantufa no conforto do lar.
Cristiane Corrêa

O problema maior são as ESCADAS. Há três anos meu filho estava com o posicionamento correto em uma das escadas rolantes do shopping Eldorado - SP e o tênis dele também ficou preso! Vivi momentos de pânico sem poder demonstrar para ele, pois tinha que acalmá-lo (na época tinha 9 anos). Os seguranças nos encaminharam rapidamente para o ambulatório, onde vimos que a parte reforçada do tênis havia protegido os dedos o meu filho. O pior é lembrar o que ouvi no SAC do shopping: eu teria que preencher um formulário para eles fazerem o reembolso do calçado depois de um determinado prazo, que com o reembolso eu não entraria com um processo e que esse tipo de acidente sempre acontecia!! Eu mesmo fui comprar um outro calçado.
Sergio Henrique Ongari

Ja aconteceu com meu filho, na época 4 anos...a escada realmente engoliu o crocs! Mas graças a deus não machucou o pé mas chegou a arrebentar o crocs de tanto q puxamos o pé!!! Um susto muito grande...
Elaine Ito

E sobre o assunto tem várias materias por aí...

http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/metro-recomenda-cuidado-com-crocs/
http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/sandalias-crocs-podem-estar-dias-contados-485166/
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u639936.shtml

Eu decidi continuar a usar o Crocs, preferencialmente em casa. Se sair e esquecer de tirá-las, na escada rolante com certeza, a Cat vai no colo!!!

2 comentários:

  1. COMUNICADO CROCS

    Você deve ter ouvido falar recentemente sobre um incidente envolvendo uma criança de quatro anos, ferida em uma escada rolante.

    A Crocs lamenta profundamente o que aconteceu com a criança, se solidariza com a família e deseja uma rápida recuperação.

    A Crocs também informa que seus calçados são completamente seguros. Não há evidências de que os Crocs são mais propensos a enroscar em uma escada rolante do que qualquer outro tipo de sapato de sola macia, como uma sandália ou chinelo.

    As escadas rolantes, no entanto, representam riscos potenciais para aqueles que não a utilizam com segurança, independentemente do tipo de calçado. Na verdade, as estatísticas de dados divulgados pelo Metrô de São Paulo apontam um grande número de incidentes ocorridos em 2004 e 2005, muito antes da primeira venda de produtos Crocs no Brasil.

    Como exemplo, a Comissão de Segurança de Produtos de Consumo (CPSC) dos EUA estimou que havia cerca de 11 mil acidentes relacionados com escadas rolantes em 2007. A maioria desses acidentes aconteceu devido às quedas, e 10% ocorridos quando mãos, pés ou sapatos ficam presos nas escadas rolantes. A CPSC recomenda o seguinte para ajudar a prevenir acidentes em escadas rolantes, especialmente para as crianças:

    1. Certifique-se de que os sapatos estão amarrados antes de entrar em uma escada rolante.

    2. Mantenha-se no centro do degrau e desça da escada rolante no final do trajeto.

    3. Sempre segure nas mãos das crianças em escadas rolantes e não permita que as crianças sentem ou brinquem nos degraus.

    4. Não leve as crianças para escadas rolantes em carrinhos e andadores.

    5. Sempre olhe para frente e segure o corrimão.

    6. Evite pisar nos lados dos degraus, onde podem enroscar.

    7. Procure saber onde estão os botões de emergência, caso você precise parar a escada rolante.

    A Crocs atualmente tem uma etiqueta de segurança sobre escadas rolantes em todos os seus calçados para aumentar a consciência dos consumidores sobre as precauções que devem ser tomadas ao usar as escadas rolantes, independentemente do calçado escolhido. A Crocs incentiva os pais a estarem atentos a esses perigos.

    VIPCOMM
    Assessoria de Imprensa da Crocs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vejo que estes acidentes têm se tornado frequentes, tanto com os CROCS ou com qualquer outro tipo de sandália, alias presenciei até casos em que vestidos e saias foram mastigados pelas escadas rolantes. Concordo com os suas orientações e acho bem oportuna a etiqueta no calçado. Que as exposições de casos nas redes sociais sirvam de alerta para prevenção de acidentes. Obrigada pelo contato!!!

      Excluir