sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Soluções para noite sem choro!!!

Foram noites e noites em claro, umas com 1 acordada, outras com 2 e cheguei até a contar 5 acordadas por noite!!! É mole??? Li diversas teorias do sono, principalmente as da Encantadora de Bebes - Tracy Hogg, mas nada estava funcionando, e essa também efetivamente não funcionou!!!

Pra quem teve noites inteiras de sono dormidas quando a Cat tinha apenas 2 meses e que duraram apenas outros 4 meses, era difícil de acreditar que alguma coisa mudara em sua rotina para que houvesse tantos despertares noturnos.

Conheci pela internet essa fan page Soluções para Noites sem Choro, depois de 8 meses sem dormir e chegar ao limite do cansaço!!!

Escrevi meu problema a simpática e prestativa Bel, contando a rotina diária da Cat para ver se ela poderia me dar "aquela luz no fim do túnel"...kkk

Eis nosso diálogo:
O que você me recomenda para a Catarina 1 ano e 4 meses???
Catarina dormia desde 2,5 mês até os 6 meses a noite inteira (21h-6h). A partir de alguns resfriados e uma bronquiolite/asma prolongada (creio eu), passou a acordar durante a madrugada. Antes ninava, dava mama e tentava colocá-la para dormir de novo. Depois de muita leitura, mudança de hábito, hoje eu não a pego mais no colo quando acorda, atendo seu choro mas a deixo no berço e sento ao seu lado (sem amamentá-la), acalmando com shhhhh e permaneço no quarto até que ela adormeça. Isso acontece de 1 a 3x por noite, as vezes segue padrão de horário  as vezes não, na maioria das vezes ela não demora muito a dormir. Quando cansada peço ao meu marido ir ao quarto dela, porém quando o vê o choro aumenta, ela não o aceita e fica chamando por mim, e acabo indo lá ao quarto dela. De manha ela fica com minha sogra e costuma tirar uma soneca de 30 min antes do almoço (13h), de tarde ela fica com minha mãe num ambiente bem mais calmo e tira soneca de 2h (entre as 14h-17h), janta as 18h, banho, mama e vai dormir as 21h. Por orientação da pediatra, dou mais uma mamada quando vou dormir (para não amamentá-la de madrugada) por volta das 22h30-23h, na tentativa dela não acordar num espaço curto de tempo, porém ainda não tem funcionado! Alguma sugestão...
Obrigadissima, Michelle

Em resposta....

Michelle, aqui nessa comunidade somos totalmente contrários a treinamentos do sono. Somos a favor da livre demanda, do contato físico entre mãe e bebê, de ninar, afagar, etc. Se você quiser seguir os nossos conselhos dentro da nossa linha, eu te ajudo. Mas você teria que mudar muitas coisas. Só te deixo com um trecho do livro de medicina The Science of Parenting, para você refletir:
A proximidade com o corpo da mãe sintoniza as pautas de sono do bebê com as da mãe e regula:
- o seu nível de excitação
- a temperatura do seu corpo
- o seu ritmo metabólico
- os seus níveis hormonais
- a produção de enzimas (incrementa o poder dos anticorpos do sistema infantil e, portanto, sua capacidade de combater as doenças)
- o seu ritmo cardíaco
- sua respiração
- o seu sistema imunológico (o efeito anti-estresse do estreito contato físico libera ocitocina, que fortalece o sistema imunológico do bebê)
O livro repete várias vezes que bebês e crianças pequenas são incapazes de conseguir um estado de bem-estar sozinhos.

Texto recomendado!!!

https://www.facebook.com/notes/solu%C3%A7%C3%B5es-para-noites-sem-choro/educando-os-especialistas-li%C3%A7%C3%A3o-n%C3%BAmero-3-o-toque/276783332346083

Réplica...
Li todo o texto que me recomendou, realmente acho que o toque é uma das linguagens mais eficientes entre pais e filhos, porém nunca tinha pensado dessa maneira em relação ao tratamento do sono. Confesso que o desespero em tentar o meu bem estar em dormir 8 horas ininterruptas é o causador de tantas tentativas em tantos outros métodos de fazê-lá dormir a noite inteira. Gostaria sim, de seus conselhos e experiência para fazer desse processo o mais humano e amoroso possível. Outra duvida latente é como proceder no desmame. Embora ache que amamentarei até ela completar 2 anos, e portanto, ainda terei esse prazer por mais 8 meses, ela ainda é muito dependente, e sempre pede... mamãe, mama!!!
Obrigadíssima, pela atenção e pela comunidade sempre disposta a ajudar as mamães. (Essa parte fica para outro post...DESMAME)

Bel...
Quanto ao sono dela. Acho que a primeira coisa que você precisa trabalhar é sua expectativa. Porque bebês e crianças pequenas não são auto-suficientes na questão de sono, nem fisiologicamente nem psicologicamente. Fisiologicamente, eles não são capazes de adormecer nem voltar a dormir sozinhos, eles não tem essa auto-suficiência.

Mais textos: 

Além disso, entre os 12 e os 24 meses, as crianças tem vários saltos de desenvolvimento, aprendem muitas habilidades, e isso costuma impactar o sono noturno também. Uma característica desses saltos de desenvolvimento é acordar de noite para brincar. Eu perdi a conta de quantas vezes minha filha teve noites assim com essa idade, Márcia. Menos mal que ela dormia do meu ladinho e eu nem tinha que levantar.


Um engano muito comum é achar que os bebês e crianças pequenas acordam só por fome. Por isso surgem tantos desmames precoces e desnecessários, afinal, se o bebê acorda muito é porque o leite não "sustenta". E também por isso essa sua tentativa, que você já viu que não adianta, de dar de mamar no horário que você quiser. Os bebês tem muitos tipos de necessidades, inclusive psicológicas. Na história da humanidade, um bebê dormir separado da mãe é algo muito recente e exclusivo de algumas sociedades industrializadas. Os bebês humanos, assim como os filhotes de mamíferos, sempre dormem melhor se junto de suas mães e, na minha opinião, esse afastamento é o principal causador de tantos "transtornos" do sono. O comportamento do bebê, que acorda precisando ser aconchegado, é normal e esperado. O que não é normal, de um ponto de vista biológico, é dormir afastado da sua cuidadora. 


Michelle...
Acho que realmente é o destino, justamente HOJE quando abro o face e vejo suas mensagens, na noite passada a Cat (Catarina) dormiu a noite inteira das 22h às 5h40...depois de meses, aliás 8 meses!!! Só espero que ela tenha gostado disso...kkk. Depois de ler seus textos percebi que ontem, ou melhor há alguns dias tenho aplicado sem saber o método Remoção Gentil de Pantley. Também vi que meu maior erro pelo plano do Dr. Jay, é quando ela acorda de madrugada querendo mamar e eu tentava fazê-la dormir principamente chorando sem acariciar e acalmá-la. 


No post seguinte transcrevo a nota traduzida pela Bel da técnica do Dr. Jay...

Nenhum comentário:

Postar um comentário