quinta-feira, 12 de julho de 2012

E agora, qual carrinho escolher???




Existem inúmeros modelos de carrinhos no mercado, para todos os gostos e bolsos, eu diria que escolher o carrinho do bebê é uma tarefa realmente difícil!!! Não adianta escolher o moderno e pouco prático ou o prático e pouco confortável. O grande problema é que com essa imensidão de opções a gente acaba ficando um pouco perdida mesmo...


Eu pesquisei bastante sobre qual carrinho comprar, ainda mais que a compra seria feita nos EUA, onde os carrinhos são bem mais em conta e valeria até uma desvirtuada no orçamento...kkk. É claro que existem modelos importados maravilhosos como o Bugaboo, Quinny ou Strokke, este último é a Ferrari dos carrinhos de bebê disponível pela bagatela de U$1300,00. Mas sejamos realistas porque pagar essa quantia não é para qualquer mortal!!! Nos atentamos então aos modelos mais camaradas, eu diria...


Para começar a palavra de ordem é pesquisar!!! Use a internet a seu favor, converse com mães a respeito, e verifique os prós e contras de cada modelo, depois selecione alguns para uma aprofundada no conhecimento.


O segundo passo é fazer um test drive. Como assim, test drive se o bebê nem nasceu???kkk. É simples, vá à uma loja com a sua seleção de modelos e verifique os itens mais importantes: sistema de fechamento, peso, conforto e segurança, aliás esse item é fundamental. Dê preferência aos modelos com cinto de 5 pontos e certificados pelo INMETRO. Depois disso, acho que sua escolha se tornará mais fácil e com certeza o test drive te ajudará na decisão de compra.


Vamos aos tipos de carrinhos mais conhecidos:


- Travel System: é um conjunto de carrinho e bebê conforto que se encaixam perfeitamente, inclusive possuem a mesma padronagem de estampa. A vantagem é a versatilidade inicial no transporte dos pequenos, porém a medida que o bebê cresce, deixando de usar o bebe conforto e passando a utilizar a cadeirinha de carro, perde-se esta funcionalidade. Um dos modelos mais vendidos é o Cortina da Chicco, pelo preço médio de R$1700,00. 


Chicco Travel System


- Guarda-Chuva: básicos e compactos. Ideal para bebês maiores de 6 meses. Normalmente utilizado como segundo carrinho, indicado para viagens e passeios curtos. A revista VEJA fez uma matéria sobre esse tipo de carrinho avaliando alguns modelos, segue o resultado:



Modelo testado: MacLaren  (Quest Sport Navy Crimson)
País de origem: Inglaterra
Preço*: 700 reais
Peso: 7,2 quilos
Diâmetro da roda: 12 centímetros
Ao ser dobrado...
Largura: 24 centímetros
Comprimento: 1 metro
Teste
Na ladeira: é um dos mais fáceis de empurrar – mesmo em subidas íngremes
Na calçada: sacolejou um pouco durante o passeio, especialmente ao cruzar terrenos irregulares
Na hora de fechar: depois de adquirida alguma familiaridade com o sistema, fica fácil fechar o carrinho
Na mala do carro: é o que menos ocupa espaço no porta-malas
Comentário: o modelo reúne três qualidades relativas à praticidade: é leve, compacto e fácil de dobrar. Fica um pouco atrás de outros carrinhos testados no quesito conforto – e na performance sobre calçadas mais acidentadas

Modelo testado: Burigotto (Xtreme)
País de origem: Brasil
Preço: 350 reais
Peso: 6,8 quilos
Diâmetro da roda: 15 centímetros
Ao ser dobrado...
Largura: 26 centímetros
Comprimento: 1,04 metro
Teste
Na ladeira: o mais leve de todos, proporciona uma subida sem muito esforço
Na calçada: trepida um pouco, na mesma medida do MacLaren
Na hora de fechar: é tão fácil de ser dobrado quanto o carrinho MacLaren
Na mala do carro: não requer, como alguns dos modelos nestas páginas, muita força para ser levantado e alojado no bagageiro
Comentário: leve e menos volumoso do que a maioria dos carrinhos, segue a mesma linha do MacLaren, com uma ligeira desvantagem e uma vantagem fundamental em relação a ele: o acabamento é, sim, um pouco pior – mas o modelo sai pela metade do preço

                                                                                                                                                           
Modelo testado: Chicco  (CT 0.4 Stroller)
País de origem: Itália
Preço: 700 reais
Peso: 9 quilos
Diâmetro da roda: 19 centímetros
Ao ser dobrado...
Largura: 38 centímetros
Comprimento: 1,14 metro
Teste
Na ladeira: foi o que demandou mais esforço para chegar ao topo
Na calçada: demonstrou quase tanta estabilidade quanto o carrinho      Peg-Pérego – o de melhor desempenho nessa situação
Na hora de fechar: o que dificulta um pouco a tarefa é o fato de ser maior do que os outros
Na mala do carro: pesado e, de longe, o mais espaçoso, exige força física e jeito quando vai ao porta-malas
Comentário: ele tem o lado bom e o ruim de um carrinho de passeio de dimensões maiores: ganha em conforto, mas perde em praticidade – recomenda-se a quem cogita carregá-lo numa viagem pensar duas vezes 

Modelo testado: Peg-Pérego (Pliko P3 Clássico)
País de origem: Itália
Preço: 1 100 reais
Peso: 8,1 quilos
Diâmetro da roda: 17 centímetros
Ao ser dobrado...
Largura: 34 centímetros
Comprimento: 1,05 metro
Teste
Na ladeira: o peso do carrinho se faz sentir nas subidas mais acentuadas
Na calçada: foi o que melhor encarou os obstáculos ao longo do percurso
Na hora de fechar: é o mais fácil de ser dobrado. Ao contrário dos outros, exige apenas o uso das mãos, prescindindo dos pés
Na mala do carro: é mais penoso de ser colocado no porta-malas do que os modelos mais leves e compactos
Comentário: o mais caro entre os carrinhos avaliados, esse modelo compensa para pessoas cujo objetivo seja lançar-se em longos passeios. É quando a maior agilidade e o conforto se farão notar – e serão um diferencial relevante


- Carrinhos "Jogging": são os carrinhos com três rodas - triciclos. Desenvolvido especialmente para pais atletas que querem levar a cria junto. Possuem rodas grandes e se adaptam a qualquer terreno.

Jeep - modelo Overland Limited com direito até a conexão Ipod e MP3

Depois de muito pesquisar decidi pelo modelo Wave da First Years. Pra quem quer um produto similar que dá para comprar por aqui tem disponível o modelo Compass II da Lenox.


Eu gosto muito desse carrinho principalmente pelo conforto, mas tive que trocar de carro por conta dele...kkk. A base de alumínio, é extremamente leve, principalmente levando em conta seu tamanho. Não é necessário comprar o moisés separado porque a cadeira se reverte nele e vice versa de maneira prática, apenas com uma simples amarração. A cesta tem um tamanho excelente cabem inalador, roupas, coberta, muita coisa mesmo. Definitivamente o carrinho é um trambolho (mas não há dificuldades em abrir e fechá-lo), mas outro ponto negativo é que o carrinho não tem porta mamadeira. Por insistência das avós, tive que comprar um carrinho guarda-chuva simples para passeios rápidos. Mesmo assim estou satisfeita, levar a filhota dormindo num carrinho que parece caminha e proporcionar um sono de anjinho, não tem preço...kkk!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário